Desenhando a felicidade

Eu já falei aqui que amo desenhar né, acho que não é mais novidade pra ninguém mas também acho que eu nunca falei sobre o quanto eu amo desenhar e os porquês né. Cêis tão afim de ler sobre isso?

Bom, vamos lá.

Primeiro que eu sempre desenhei, sempre gostei de desenhar, tentava reproduzir todos meus cartoons preferidos a vida inteira, quando eu ainda não conseguia ter uma boa noção disso eu usava um brinquedo muito foda que chamava “espelho magico” e ele me permitia copiar perfeito os gibis tudo, mas depois dos Cavaleiros do Zodíaco e do desenho do X-Men que passava na Globo, eu pirava em tentar criar personagens, pensar nas histórias, nos vilões e talz, só tinha (e ainda tenho) muita dificuldade com as mãos e pintar os desenhos. Sério, eu passava meus dias focado nisso. Lembro que eu tinha criado o Homem-Gavião (que podia ser o homem-pombo numa adaptação livre) e o mais elaborado de todos foram os “Cavaleiros de Metal” que era um plágio mas os personagens eram eu e meus amigos, e isso era bem massa. Esses dias achei uma pasta com todos esses desenhos em casa e não tive coragem de jogar fora.

d35e1dde3a05faeb78445e64ae8cc482

Quero comprar uma dessa pro Timtim

Pois bem, passei os anos correndo atras de um jeito de ganhar dinheiro e perdendo todo ele com minhas bandas, fazia um ou outro desenho para esse blog aqui, fiz um para a Casa do Roadie, mas nunca tinha uma sequencia nem nada. Até que Janeiro do ano passado eu voltei e tomei coragem pra postar e tentei fazer 1 por dia (mas acabou que era um a cada 10 dias eu acho) e as pessoas começaram a prestar atenção e começaram mensagens do tipo “se você começar a tatuar, eu aceito ser cobaia” e “poxa, faria uma ilustração para colocar aqui em casa?” e isso me incentivou de uma maneira doida que eu hoje gostaria muito de ser ilustrador, estou aprendendo a tatuar sim, é verdade. Mas te dizer que a pele é bem chata de trabalhar, papel é muito mais gostoso hahahha

Mas tem uma coisa que eu nunca falo pra ninguém sobre desenhar, e talvez seja o motivo mais foda deles, tirando o meu ego inflado por likes né.

Eu amo ficar pensando no desenho, conversar com as pessoas que pedem, ler sobre a historia de cada um, pesquisar referências dentro de tatuagem tradicional americana que possam agradar o amigo/cliente que eu esteja combinando o desenho…parece que eu agora faço parte da vida da pessoal, ela divide um sonho, uma esperança comigo ou até mesmo um medo e frustração! E minha missão é juntar tudo isso em uma só folha de papel, que pode ser scanneada e pintada depois ou até mesmo virar uma tattoo.

Os casos mais legais que me lembro agora, foram:

1- Já teve desenho que não significava nada, mas o briefing era “Olha só, ainda não tenho nenhum quadro em casa e quero um com um desenho seu” e fiquei pilhado, quando recebi a foto do quadro fiquei mais feliz do que quando recebi o dinheiro.

2 – Me pediram uma ilustra para colocar na entrada da casa de dois amigos inseparáveis e não é que eles separaram antes que eu conseguisse entregar a versão impressa final!!! Nem tive coragem de cobrar  o trampo.

3 – Tatuei um pugilista escrito Abuelo para homenagear o Avô Argentino de um amigo que faleceu recentemente. E quem me conhece sabe, que falou de Vô e Vó eu já fico emotivo né.

4 – Fiz um desenho para uma amiga que tinha perdido o irmão com a simples ideia de colocar um sorrisinho no rosto dela e ela respondeu dizendo que eu não fazia ideia como aquilo fez bem pra ela, como confortou ela e obviamente, eu fiquei emocionado aqui.

5 – Fiz a capa do CD do Nada em Vão e foi foda, porque eu sei bem como é difícil para banda decidir a arte de algo, pois uma só imagem tem que passar tudo que vocês pensaram, Uma imagem (que normalmente é “lida” em menos de 10 segundos) tem que passar tudo que meses de ensaio, composição e gravação eles tentaram falar. E que alegria quando consegui e depois quando vi a capinha no Bandcamp e no Spotify!!!

 

Tem outra parada que esqueci de falar que são os desenhos surpresa, fazer algo porque eu quero e postar! Ae é só receber amor de volta, adoro!

Bom resolvi falar tanto sobre desenhar porque essa semana recebi uma foto de uma grande amiga e a foto encheu meu coração. A amiga em questão é a Verônica, essa menina é uma das maiores guerreiras que eu já conheci, porque não interessa o quão cagada ela esteja, toda vez que a gente se encontra ela ta sempre de bom humor, rindo pra kcta e contando as desgraças de vida adulta e como é criar sozinha 2 filhos.

Quando ela me pediu o desenho, era pra dar de presente pro seu namorado, baseado na série de TV que ele mais ama, que eles assistiam juntos. Bom, preparei e ela aprovou, entreguei enquadrado tamanho A3 e segundo ela, o namorado pirou muito!
Mas no dia que eu entreguei o quadro eu voltei pra casa preocupado com minha amiga porque ela contava rindo que estava morando num apto pequeno com várias pessoas próximo ao Tatuapé, pois era a unica maneira de trabalhar e conseguir manter os filhos em um bom colégio publico. Semanas depois fiquei sabendo que ela entrou numa deprê fudida, ficou internada até e quando saiu ela teve uma luz, aquele momento mágico sabe?

Sem trampo e decidida a não deixar os filhos na mão, a Verônica anunciou no facebook que fazia faxina de casa! Só que, ligeiramente, ela fez um banner com uma montagem dela como a Beatrix Kiddo do Kill Bill oferecendo seus serviços, e não é que o bagulho bombou?! Muita gente compartilhou e ela foi até no SBT, Record e sei lá mais onde falar sobre!

Foda né, não que ela ficou rica mas bem conseguiu sair daquele aperto!

Fiquei muito feliz e orgulhoso por ela, sempre torcendo daqui né. Até que ela me mandou a foto do seu novo cafofo, seu novo cantinho e o único quadro que esta lá enfeitando a vida dela e dos filhos é um #shashailustra.

Ela não imagina como me senti quando vi a foto, como enxeridamente me senti dentro da conquista dela, como fiquei feliz em imaginar que todo os dias eles olharão para meu desenho e talvez eles possam sentir as boas vibrações que tenho por eles aqui da distância do meu lar ❤

17352020_1277782428984706_4401211169585282728_n

o cafofo da Verônica e um pedaço de mim ali na parede

E por essas e por outras, EU AMO DESENHAR!

Obrigado Vida!

assinatura Sha

Anúncios

Sobre shamilcarlos

34 anos, proprietário da empresa BOTTONS DX, vocalista da banda HORACE GREEN, baixista da banda FACA PRETA e puxador do BLOCO 77
Esse post foi publicado em Ordinary Life. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s