Ser sua mãe.

Não sei se já estou preparada para escrever sobre isso, mas desde terça feira, quando você tomou suas vacinas de dois meses, eu venho pensando nisso.
Aliás, terça feira eu descobri que o que dói em mim não é as picadas que você leva e sim as reações que você teve.
Filho, eu chorei. Chorei diferente da forma de quando você veio ao mundo, eu por um instante achei que chorei por sentir dó de você, mas na verdade eu chorei de medo. Medo de falhar, medo de errar, medo do desconhecido, medo da sua dor não passar, medo.
Você teve febre pela primeira vez, ela demorou para baixar e quanto mais o tempo passava, mais angustiada eu ficava. Bateu uma saudade tão grande dos seus sorrisos que foram embora por causa dos seus choros, bateu saudade dos seus sons de “aaagu” e de “eerrú” que foram embora por causa dos seus resmungos de dor.
Nunca fez tanto sentido o que minha mãe sempre me disse “Dói mais em mim do que em você”.
Quando você nasceu, nasceu em mim uma nova pessoa, alguém que eu nunca imaginei que poderia ser.
Eu que sempre gostei de dormir até tarde, quando você chora eu levando correndo da minha cama para te pegar no colo e te acalmar. Isso pode acontecer as 2h00, as 3h30, as 5h ou as 7h00, tanto faz, é você quem decide.
Eu perdi a noção do tempo, são 9h00 e quando eu olho de novo no relógio são 14h30 e eu ainda não almocei, alias, eu ainda nem escovei os dentes depois no café da manhã que tomei rapidamente enquanto você mamava no meu peito.
Mamar, mamar e mamar, é o que você mais faz e isso me deixa presa a você, não consigo fazer muitas coisas sozinha, preciso chamar o seu pai para pegar um copo de aguá para mim, preciso chamar o seu pai para pegar meu celular que esta no sofá mas minha mão não alcança porque você esta apoiado em mim, preciso chamar seu pai para pegar os controles da TV que ficaram em cima do raque, você estava chorando desesperadamente que não tive tempo de pega-los, preciso chamar seu pai para apagar a luz que ficou acesa no banheiro, na cozinha, no seu quarto, eu estava com tanta pressa de te pegar que esqueci de apagar. Obrigada pai.
O único momento que fico longe de você é quando seu pai vai te dar banho, é o tempo que tenho para jantar, ficar largada no sofá ou fazer qualquer coisa, mas nesse momento eu sinto sua falta e vou até o banheiro para te ver todo feliz, “conversando” com seu pai e se mexendo tanto que a água sai da banheira. É lindo te ver nessa farra.
Filho, quando você nasceu eu perdi o controle da minha vida, perdi o planejamento das tarefas que preciso fazer, desmarcamos passeios, desmarcamos visitas e mesmo estando em casa por 24 horas, temos um dia diferente do outro.
Filho, ser sua mãe é um trabalho sem fim, sem folga, sem descanso.
Filho, ser sua mãe é o trabalho mais difícil que já fiz, mas é o mais prazeroso.
Filho, ser sua mãe é me derreter pelo seu sorriso quando estou extremamente cansada e é esse sorriso que me da força para aguentar mais longas horas acordada e cuidando de você.
Filho, ser sua mãe é colocar você sempre em primeiro lugar.
Filho, ser sua mãe é amar incondicionalmente.
Filho, ser sua mãe é sentir saudades sua enquanto você dorme e ficar vendo suas fotos no meu celular para amenizar.
Filho, ser sua mãe é esquecer todos os manuais de instrução e apenas seguir meu coração.

Filho, de todas as coisas que já fiz, ser sua mãe é a minha favorita.

 

IMG_1240

 

 

 

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Maternidade e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Ser sua mãe.

  1. marcia disse:

    Como sempre você me surpreende. Como me sinto orgulhosa de você. Minha pequena Super Mãe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s