31 anos de casados

Eles não sabem, mas são minhas maiores e melhores referências!
Em diversos momentos da vida, muitas pessoas dizem que não acreditam em um amor para a vida inteira, acham impossível continuar amando alguém depois de décadas e décadas juntos. Eu poderia ser uma das pessoas com essa opinião se não tivesse os pais que tenho.
Meus pais não são desses casais românticos, não saem para viajar e passear com frequência, meu pai não compra flores para minha mãe, mas depois de 31 anos de casados eles são os melhores companheiros um do outro.
Gosto de chegar a noite em casa e encontrar eles rindo do sofá com alguma coisa que estão assistindo.
Gosto de escutar do meu quarto as gargalhadas da minha mãe vindo do quarto deles.
Gosto quando recebo uma mensagem da minha mãe falando para eu me virar na cozinha porque eles saíram e ela não teve tempo de preparar nada para mim.
Gosto quando minha mãe pesquisa uma receita e faz um prato de algo que meu pai comeu na estrada e gostou. Ela faz isso porque sabe que deixa ele feliz.
Gosto do motivo que leva minha mãe a acordar cedo todos os dias, mesmo sem precisar, ela gosta de tomar o café da manhã junto com meu pai.
Gosto de ver que minha mãe ainda sente saudades quando meu pai precisa viajar a trabalho e fica dois ou três dias longe.
E não importa a hora que ele for chegar em casa, ela espera ele para jantarem juntos só para escutar como foi o dia dele e ela dar conselhos para aliviar as tensões e preocupações dele.
Gosto de ver meu pai preocupado com minha mãe, seja com algum exame que ela precisa fazer ou com a tintura de cabelo que ela precisa retocar para se sentir mais bonita.
Gosto quando meu pai volta da estrada e traz algo porque achou a cara dela ou algo que ela goste de comer.
Gosto quando ela se sente especial por cada coisa pequena que ele faz.

Sei que a vida não é fácil, minha família já passou por altos e baixos, além de inúmeras dificuldades, mas acredito que se eles não tivessem um ao outro a vida não teria cor e tudo seria mais sem graça.

Mãe, obrigada por me ensinar que tudo passa, por me ensinar que para ser amor de verdade os dois lados precisam amar, por me ensinar a ter empatia com o próximo e ter um coração mais leve.
Obrigada por ser minha amiga, por me escutar e por me ensinar a ser mãe.

Pai, obrigada por me dar responsabilidades, obrigada por me dar a mão todas as vezes que tive crises fortes de cólica renal e por todas as vezes que me levou ao médico a qualquer dia e horário, obrigada por me chamar de filha(eu amo quando você me chama assim), obrigada por ter respondido uma carta importante que te escrevi a alguns anos atras, obrigada por guardar em uma pasta todas as cartinhas e recadinhos que te escrevi desde quando era pituca. Ahhh, não podia esquecer de agradecer por me ensinar a gostar de Michael Jackson e de Rod Stewart.

E obrigada aos dois por me escolherem como filha e 9 anos depois me darem uma irmã de presente.

Feliz 31 anos de casados, amo vocês!

IMG_2751

IMG_1240

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Ordinary Life. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para 31 anos de casados

  1. Pingback: O amor tem que ser compartilhado |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s