Sobre o Tempo

O tempo nunca foi muito meu amigo, na verdade a minha expectativa nunca caminhou junto com a minha realidade.
Desde criança eu sempre pensei no futuro, de como seria a minha vida daqui 5, 10 ou 20 anos e meus planos nunca deram certo, afinal eu não me formei aos 23, nem me casei aos 25 e não tive uma carreira profissional bem sucedida aos 27 anos.
Em falar sobre casar, quando eu era mais nova meu plano era fazer meu casamento, depois morar junto com meu marido e depois de uns 2 anos ter meu primeiro filho ou filha. Mas quando a gente cresce vê que o mundo não é do jeito que imaginamos, meu casamento de princesa custaria rios de dinheiro e ter a casa dos meus sonhos seria muito mais caro ainda e ai é necessário me adaptar com a realidade, ter os dois ao mesmo tempo não é possível e novos sonhos vão sendo planejados.

Os anos passam e ai eu me dei conta que a ordem dos meus planos era o que menos importava, o mais importante é ser feliz!
Ver o lado bom da vida, fazer nosso dia valer a pena, procurar uma maneira divertida de fazer algo chato, afinal teremos que realizar aquela tarefa de qualquer jeito, assistir meu filme favorito várias vezes só porque ele me faz bem, desistir de uma briga pois sei que não vai levar a lugar nenhum e não vale a pena me e estressar por isso, espalhar o amor, abraçar meus amigos e dizer todos os dias o quanto eles são especiais, parar de prever o futuro da minha irmã e fazer com que ela veja as coisas da minha maneira, afinal ela terá que aprender sozinha para que aquilo tenha um significado para ela, deixar recadinhos para meus pais pois eles ainda gostam muito disso e principalmente não deixar para um futuro tão distante algo que gostaria porque não sabemos o dia de amanhã e se teremos tempo de realizar esse sonho.

Eu sempre quis ser mãe, mas sempre falei o quanto gostaria de fazer uma viagem incrível antes, assistir shows das minhas bandas favoritas, guardar mais dinheiro, trabalhar mais, conquistar mais, aprender mais, estudar mais, ter mais, mas quando estávamos em qualquer lugar que tinha crianças, quando brincamos com os filhos dos nossos amigos, eu sempre falava no ouvido do Sha: “Sha, eu quero um.”

Queria pedir desculpas por todas as vezes que as pessoas me perguntavam: “Mas você queria?” e eu respondia: “Sim, mas não para agora.” Eu estava mentindo, ou tentando me enganar, ou fingir ser alguém que as pessoas queriam, ou dar a resposta que elas esperavam.
Lembro do dia que contei para os meus pais e o que meu pai disse naquele momento eu não esqueci: “Mas você já queria, né filha?!”  Sem eu nunca falar claramente, ele sabia! E sim, como eu queria!
Ainda não temos nosso cantinho, talvez não teremos como pagar as melhores escolas, as melhores viagens e nem os melhores brinquedos, mas amor…. amor não vai faltar, nem carinho, atenção, paciência e união.

Faz um tempinho que eu já estava pronta, te esperando e você poderia vir a hora que quisesse!

Hoje inicia setembro, o mês do meu aniversário e é a primeira vez que estou ansiosa por outro motivo, desde o dia que soube de quanto tempo estava te esperando, fiz umas continhas e vi que poderíamos saber se era menina ou menino no dia do meu aniversário e sem querer o médico agendou nosso ultrassom para o dia 8 de setembro, meu aniversário!
Eu não quero saber seu sexo para poder começar a comprar suas roupinhas, muito menos para separar a cor rosa do azul, afinal você poderá usar qualquer cor, mas eu quero para poder conversar com você te chamando pelo seu nome, te chamar de Malu ou Tim Tim, fazer carinho em você aqui dentro te chamando de filho ou filha.

Semana que vem essa dúvida chegará ao fim e sendo menina ou menino nós já te amamos muito e tudo o que queríamos fazer vamos deixar mais para frente e certeza que realizar nossos sonhos com você junto será muito mais divertido.

11937927_10204906333412641_1674225278_n

 

IMG_1240

Anúncios
Esse post foi publicado em Gestação. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Sobre o Tempo

  1. shamilcarlos disse:

    chorei do segundo paragrafo até o final, obrigado vida, obrigado amor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s