Don Vito & Seus Foguetes – parte 1

Enquanto a primeiro demo em K7 do Inkognitta não é ripada…vamos falando das outras bandas.

O Don Vito surgiu numa conversa no Hangar 110 senão me engano, lembro que na época estava ficando bastante amigo do Risada, que um pouco antes era só o namorado da Nini. Mas ele tava naquela fase Subjazz, boné de onçinha, gostando de Borderlinerz e eu também achava tudo isso legal demais. Menos o Borderlinerz (desculpa Zé mas nunca gostei).

Um dia começamos a falar de montar uma banda, começamos a ir em todos os shows do Cachorro Grande em SP, alias eram sempre na Outs e organizados pelo Alan do Rock Rocket, hoje nosso amigo =) e iamos em TODOS os shows do Matanza , puta merda, como a gente gostava de Matanza!!!
Bom, achei que era uma boa ideia chamar o Pastorelli para tocar baixo, porque ele tava sempre nesses mesmo rolês, e o Risada chamou o Gilas para tocar bateria, menino bonito da turma do Last Mistake lá da Moóca também.

1090401362_f 1092810161_f

No primeiro ensaio ele não foi, chamamos o Chris do James Devil para segurar a batera, alias o Chris nessa época já tava tocando no Jelly Puppies senão me engano. No segundo ensaio, ele também não foi e o Xopo acabou quebrando galho. Chegamos no Espaço Impróprio para ensaiar e ele estava ensaiando com o F.O.M.I, a gente nem era tão amigo quanto hoje mas eu entrei e perguntei “você tem compromisso agora?” e ele disse que não e ensaiou hehehehehe Alias nesse dia o Yuki, baixista do Vivisick do Japão que eu estava hospedando foi lá ver o ensaio. O gilas só colou no terceiro e já saiu de lá avisando que seria impossível tocar. Eu não lembro como foi que o Samuel surgiu, mas não era estranho ele entrar, o Inkognitta e o Martuchos eram bandas bem amigas, que mesmo não parecendo nada no som gostava de tocar juntos, então eu já gostava dele…

Bom ae fechou, assim começamos a tocar e fizemos nosso primeiro show no único SHADO FEST, um show que organizei no Subjazz e queria fazer todo ano com minhas bandas, alias foi esse meu primeiro show com o Ponto Final, mas a real é que nunca mais organizei nada assim.

1094317041_f

Logo menos, o Pastorelli saiu e gravamos a nossa primeira Demo. O Risada que arrumou tudo, e gravamos com o Clayton Martin. Ficamos empolgados na gravina pois o Clayton já tinha tocado no Os Ostras e em 2005 era do Detetives. Foi animal, gravamos em 1 dia e mixamos em outro, pronto, puta orgulho.

 

O Leandro, vocalista do Ponto Final pirou quando saiu a demo e pediu para tocar guitarra, mas deixamos ele ser baixista e o mesmo se fudeu por um bom tempo nesse cargo. Ficamos nessa por um tempo, tocamos Uberlândia, Brasilia, Goiânia, Bahia, terminamos e voltamos depois, gravamos um CD full com o Chuck que nunca saiu, mas isso fica para um próximo post, o que vale nesse ainda é ver as fotos de quão zueiros e fdp nós eramos. Fazíamos questão de cutucar a ferida de todo mundo no rolê, e isso, por mais incrível que pareça, só abriu nossas portas…

1123367191_f 1161691128_f 1143689664_f1146979767_f  1162385572_f 1133758016_f1135008338_f1155337543_f1150962949_f

Se vocês querem ver MAIS aventuras dessa fase, entrem no fotolog! Vale a pena!

http://www.fotolog.com/foguetes_rock/

É isso ae ROCK AIDS da AUGUSTA era pouco!

assinatura Sha

Anúncios

Sobre shamilcarlos

34 anos, proprietário da empresa BOTTONS DX, vocalista da banda HORACE GREEN, baixista da banda FACA PRETA e puxador do BLOCO 77
Esse post foi publicado em Minhas Bandas e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s