O que eu li em 2014

Já que o primeiro post da Pri foi sobre algo que ela gosta muito, o meu também vai seguir essa ideia. Mas pra não perder 5 anos falando sobre vinis, vou falar sobre: Ler! Tem muitos livros que eu já li e que gostaria de resenha-los, falar sobre, indicar aonde comprar, mas para não soar tão cult e chato, vou falar sobre os que li esse ano, ok?

Bom, comecei 2014 lendo o “Vida” do Keith Richards, Ed. Globo. Não sou fã de biografias, tenho algumas criticas a elas, mas, quem também não tem interesse em saber mais sobre a vida das celebridades né? Esses dias me contaram que até a Biografia do André Agassi é sensacional cheia de drogas, brigas e talz. Mesmo não entendendo nada de Tênis, fiquei curioso pra ler.

Imagem

Voltando ao livro, como disse o Tibiu (modelo e atriz responsável pelo blog Chiveta), esse livro poderia chamar “vida-louca”. São mais de 600 paginas sobre o dia-a-dia de uns dos maiores ícones do rock, inclusive contando detalhes das brigas internas do Rolling Stones, vale a pena. O cara é genial em sua simplicidade drogada e puramente roqueira, tem fotos para você ver como ele sempre foi feio.

Imagem

Como eu tenho um habito de ler no metrô, os livros menores e mais fininhos, que não demorariam nem 10 estações, eu leio em casa mesmo. 2 livrinhos desses foram o “Rock para Pequenos” e “Cinema para Pequenos” escritos pela Laura D. Macoriello e ilustrado por Lucas Dutra, da Edições Ideal. Gosto muito dos 2 livros, super fofos e com dicas para crianças, a foto clássica dos Beatles atravessando a Abbey Road por exemplo, na ilustração eles estão de mão dadas ensinando as crianças a prestarem atenção.

Imagem

Em uma semana no máximo li o “Bela Baderna” também das Edições Ideal, lançado no Brasil apenas na versão pocket, o livrinho é uma compilação de vários textos de ativistas sobre Táticas, Princípios e Teorias para a revolução. Muito mais uma revolução no seu dia-a-dia do que uma mudança radical mundial (por mais que lhe de dicas de como organizar rebeliões, o livro lhe abre a cabeça para achar soluções inteligentes antes de um confronto armado, afinal de contas a ação direta é só uma das milhões de maneiras de confrontar o inimigo né). Organizado por Andrew Boyd e Dave Oswald Mitchell, o livro analisa algumas paradas e manifestações e porque delas terem alcançado seus objetivos. Gostei bastante.

Imagem

E atualmente estou lendo o “Como a geração sexo-drogas-e-rock n roll salvou Hollywood” escrito por Peter Biskind, ainda to no começo, mas o livro conta sobre a virada da indústria do cinema, com a chegada dos ainda jovens Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, George Lucas e Steven Spielberg. Ainda estou lendo sobre como foi difícil convencer a Warner a gravar Bonnie & Clyde, em breve conto mais.

Como a Geração de Sexo, Drogas e Rock n Roll salvou Hollywood

 

Até a próxima amiguinhos, e cuidado se eu começar a falar sobre discos hein!

Imagem

Anúncios

Sobre shamilcarlos

34 anos, proprietário da empresa BOTTONS DX, vocalista da banda HORACE GREEN, baixista da banda FACA PRETA e puxador do BLOCO 77
Esse post foi publicado em Universo em Desencanto e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O que eu li em 2014

  1. Pingback: O que eu li no ultimo mês |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s